Angus

Tempo de leitura: 6 minutos

Você já comprou gato por lebre?

Como evitar essas decepções?

Existe padrão?

É isso que veremos nesse artigo.

No setor de produtos alimentícios o fator que mais importa, especialmente para o consumidor final, é a qualidade. Afinal, ao consumir um alimento que não tenha essa característica, um indivíduo pode até mesmo estar colocando a sua saúde e vida em risco. Com as carnes, essa regra se aplica de forma visível: hoje em dia, existe uma rígida fiscalização sobre o seu processamento e os próprios consumidores estão tendo mais cuidado na hora da escolha.

 

As carnes Angus são reconhecidas exatamente pelo fator qualidade, esse é o seu diferencial quando são comparadas com as outras opções existentes no mercado.

 

O nome completo da raça, na verdade, é Aberdeen Angus, isso porque ela foi formada por criadores das regiões de Aberdeen e Angus, ambas localizadas na Escócia. Esses dois condados já eram referências por produzirem carne de qualidade e isso só ficou mais evidente quando desenvolveram a raça, no início do século XIX. O reconhecimento oficial da carne Aberdeen Angus veio no ano de 1835.

 

A Argentina e o Uruguai estão entre os países que mais se destacam na criação dessa raça, é por isso que as carnes servidas nesses territórios são tão apreciadas! Se você já esteve em um desses países ou conhece alguém que os visitou, certamente tem uma impressão muito boa sobre a carne, sempre tão elogiada. E não podia ser diferente: os pecuaristas investem na qualidade Angus, que garante a melhor relação custo/benefício para os consumidores.

 

Entre os principais elementos que caracterizam a raça Angus, é possível destacar:

 

  • O porte dos animais: as vacas costumam ter de 600 a 700 kg, enquanto os machos têm de 800 a 900 kg;

 

  • Atingem a maturidade sexual bastante cedo, sendo que as novilhas costumam ter a sua primeira cria já aos dois anos de idade;

 

  • A pelagem é vermelha e preta;
Angus Vermelho e preto
Angus Vermelho e Preto
  • A carne possui um excelente padrão de marmorização, isso significa que a gordura é bem distribuída. Ela tem entre 3 e 6 mm de gordura, padrão europeu de exigência, que deixa a carne macia e saborosa. Quando a carne é preparada, parte dessa gordura que está uniformemente distribuída sobre o tecido muscular derrete, conferindo uma textura e um sabor únicos;

Beef Angus

  • O rendimento da carcaça é elevado;

 

  • Propícia para cruzamentos, por ser mocho;

 

  • Facilidade de adaptação, que permitiu que a raça fosse criada nos mais diferentes cantos do mundo;

 

  • Alta capacidade reprodutiva das fêmeas e períodos curtos entre as crias. Quando se trata de gado de corte, essa característica é fundamental;

 

  • Rusticidade, ou seja, é um animal que mantém as suas características independente das condições naturais do local em que é criado, é bem mais resistente a enfermidades, pode ser submetido a condições extremas de temperatura e nada disso afeta a qualidade do produto final;

 

A carne Angus, hoje em dia, é a mais apreciada no mundo todo, porque além dessas qualidades citadas acima, possui uma textura fina e uma suculência que não se encontra facilmente em outras variedades, como a Nelore, por exemplo. É a carne que mais agrada ao consumidor de bom gosto, que além de exigir uma carne saborosa, também preza pelas que têm qualidade em seu processo de criação, abatimento e processamento, como é o caso da Angus.

 

Já foi mencionado que as pessoas se preocupam com o seu bem-estar na hora de escolher os alimentos, sobretudo as carnes. Mas como definir uma carne de qualidade? Uma das definições mais utilizadas é a de Warriss, que diz que a qualidade é uma reunião dos seguintes elementos:

 

  • Rendimento e composição – diz respeito às proporções de carne magra e gordura e à quantidade do produto que pode ser comercializado. Nesse quesito, já foi mencionado sobre a marmorização do Angus, que garante que esse aspecto seja respeitado;

 

  • Aparência e características tecnológicas – também se relaciona com a marmorização, além de cor e textura da gordura, composição química do músculo do animal e outros fatores;

 

  • Integridade do produto – engloba a qualidade nutricional, além da segurança química e biológica que a carne oferece. Nesse ponto, a carne Angus também se destaca;

 

  • Palatabilidade – são aquelas características que o consumidor facilmente percebe no momento do preparo e consumo, como a suculência, maciez, a textura, sabor e aroma;

 

  • Qualidade ética – o bem-estar animal, bem como as questões de sanidade, devem ser respeitadas na fase de criação, pois isso também é fundamental para uma carne de qualidade.

 

A tradição da criação da raça Angus respeita todos os quesitos de qualidade descritos acima, e é por isso que ela acaba se destacando em todos eles. Pode-se considerar, tranquilamente, que estamos falando de uma carne com excelência em qualidade.

 

É por isso que o programa de carne Angus certificada tem por objetivo assegurar que o produto final chegue ao consumidor com as suas características preservadas e que esse consumidor tenha total consciência disso.

 

Os pampas gaúchos são espaços de destaque na produção da carne Angus, porque lá, os bois são criados no pasto e em condições de clima e nutrição diferenciadas, quando comparadas ao restante do país. Isso faz com que o produto final possa ter um sabor mais acentuado e uma cor específica, características diferentes das observadas na carne proveniente de gado de confinamento, típico das regiões Sudeste e Centro-Oeste.

 

Nos pampas argentinos e uruguaios, essa questão se repete. Isso significa que, a carne Angus por si só já tem uma qualidade superior, que é acentuada quando a criação é feita a pasto ao invés do confinamento.

 

O status que a carne Angus conquistou e mantém hoje em dia é resultado de quase três séculos de melhoramentos genéticos (ainda na Escócia) e dos esforços dos pecuaristas em oferecer um produto diferenciado. É por isso que ela seguramente tem a melhor relação custo/benefício, sendo excelente para quem quer saborear uma carne nobre, deliciosa, saudável e que tenha passado por uma criação e processamento seguros.

Bom churrasco e divirta-se !!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *